Bordados

Os meus bordados 

 Meu interesse pela arte vem de menina, era praticamente, uma adolescente quando comecei na pintura, e por incrível que pareça fui estudar arte naïf, fui criada em São Paulo , de família católica, porém não muito praticante, mas já na adolescência interessava-me por temas ligados a nossa senhora, aos temas da cultura popular, fiz faculdade de Artes visuais na Belas Artes  e um tempo depois de fotografia 

 O Bordado entrou na minha vida de maneira completamente inusitada, em novembro de 2016, eu vinha-me dedicado a uma série intituladas memórias afetivas , para uma exposição em janeiro de 2018, na qual teria aquarelas, monotipias, pinturas em tela E ilustrações  e seria em homenagem a minha ti, foi então que resolvi que a exposição teria bordados também… mas como? Eu não sabia bordar… ninguém aqui em casa borda, então eu não tinha o menor contacto com o bordado, eu apenas achava bonito, e entendia de alguma forma que seria uma técnica legal para contar a minha história com a minha ti, então aprendi uns pontos no YouTube outros com a Catarina Gushiken , a minha professora na época , e foi assim que comecei bordado eu e a minha ti, contando uma história de amor em cada ponto, depois fui para outros temas , mas de certa forma para mim, bordar e contar um pouco a minha história, depois da série sobre a minha tia, fiz uma sobre a nossa senhora para uma exposição no santuário de Aparecida que aconteceu em 2019, no meu trabalho sempre aparece muito do meu próprio universo, Santos , as nossas senhoras, crianças, musicas que eu gosto, o universo ballet sempre tão presente na minha vida, Releitura de pintores que eu gosto, personagens que eu gosto, mas em resumo tem muito da cultura popular, muita cor, um pouco do meu Brasil e muito de mim, e assim vou contando um pouco da minha vida através de cada ponto. 

  • SHARE: